segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Semana passada eu fui ao show da Madonna e ainda não comentei nada por aqui. Demorei a falar sobre isso porque eu fiquei pensando se eu tinha gostado. Ok, explico. A produção é maravilhosa, impecável, hightech, ela dança o tempo todo, pula corda, dá cambalhotas e tem um corpo construído milimetricamente para esse fim. Um mini circo de Soleil. Ela faz tão bem todas essas coisas, que cantar é o que menos interessa no show. O trabalho do DJ faz toda a diferença. Sem todo aquele aparato, não sei se ela seguraria o show todo só com a voz e os instrumentos, como fez com Boderline (uma das melhores partes do show, na minha opinião). Enfim, vale a pena pelo espetáculo. Quanto à música, compre um cd e escute no carro enquanto enfrenta o trânsito.

5 comentários:

Dona Lele disse...

Foi um show pra quem é fã, e não se importou se ela cantou ou não. Até porque, com 50 anos, ela pode ter o corpo que for que não aguenta pular e cantar ao mesmo tempo por 2 horas, nem Britney aguenta. Mas acho que, mesmo pra quem não é fã, valeu só pelo fato historico em si.
Ta sumida hein?
beijos

Na Estrada... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Na Estrada... disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Na Estrada... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Terapia Coletiva disse...

AV, da próxima vez coloque um link do projeto de formação de platéia para as pessoas entenderam o que vc está escrevendo ;-), ou então coloque entre parênteses (procure no google). Tive um professor, doutor em Sociologia pela França, que sempre dizia que até que se prove o contrário, todo leitor é burro. Troquemos o "burro" pelo "ignorante" no sentido de "não conhecer algo". É isso.

Lelê, to praticamente morando numa cidade e trabalhando em outra.

Bjs a todos e Feliz Natal.