domingo, 2 de março de 2008

Depois de uma semana de molho, com uma crise alérgica/virose ou sei lá o que, resolvi dar uma voltinha no sábado à noite. Conversando com uma amiga, chegamos às seguintes constatações: há no máximo uns 4 lugares legais onde toca rock'n'roll na cidade. As pessoas são sempre as mesmas que frequentam os mesmos lugares e como a Lei de Murphy existe, você sempre encontrará quem você não quer em um dos 4 lugares que você escolheu para ir. E ainda tem que tomar cuidado para não ouvir a mesma banda na sexta e no sábado, mesmo indo a lugares diferentes. É que existem umas 6 bandas que tocam sempre nos mesmos 4 lugares. Às vezes até rola de variar, mas é raro. Daí escolher onde ir no sábado à noite se torna uma tarefa de gincana, das mais complexas e entediantes. E, claro, não estou considerando o circuito pesque-pague nas minhas escolhas. Não desmerecendo a cidade no que ela tem de bom: Vitória é linda, com qualidade de vida, você pode almoçar em casa todos os dias se quiser, não demora muito tempo no trânsito (embora o capixaba até reclame dele, não se compara ao de outras capitais), os casados podem levar e pegar o filho na escola, passar o fim de semana com a família na serra (Domingos Martins, Pedra Azul, etc...), enfim a vida demora muito menos tempo para acontecer por causa das distâncias reduzidas. Então, a conclusão é que Vitória é uma ótima cidade para quem já "largou a pista" e anda se dedicando a programas familiares. Como uma amiga disse ontem:" as únicas coisas que me chamam atenção na Praia do Canto num sábado à noite são as vitrines". Das duas uma, ou eu resolvo casar e engravidar de gêmeos pra aproveitar o que a cidade tem de melhor e ter ocupação familiar num sábado à noite, ou é melhor trocar de cidade. O paraíso dos solteiros existe e não é aqui. Enquanto isso prosseguimos com nossa intensa rede de jogatinas de buraco na casa de amigos e a consumação de várias garrafas de vinho. Depois eu mostro as fotos do último carteado animado. Boa semana!

3 comentários:

Dona Lele disse...

Se a gente nao arrumar o que fazer logo, vamos ficar pobres ou ganhar uma cirrose. Ontem voce foi no sabado, afinal?

Dona Lele disse...

Sorry, ONDE voce foi?

Terapia disse...

Jazz Café, infelizmente. Posso entrar na fila pro transplante de fígado enquanto não achamos solução pro caso? hehe.