quinta-feira, 19 de março de 2009

Casamento - Parte 2: Under Pressure
Toda aquela ideia bonita que você tinha sobre a festa de casamento, tem que ser deixada de lado, a partir de agora você irá mergulhar numa infinidade de planilhas com milhares de itens de acompanhamento, com nomes, prazos, preços, enfim... Eu optei por não contratar cerimonialista para a organização, somente para a última semana (quando provavelmente eu já estarei jogando pedra em avião). Então, o trabalho sujo será por minha conta e risco. Ontem, eu li um post escrito há um ano e meio nos Solteiras Felizes, e pude comparar as listas. Fiquei feliz de ver que aqueles itens estavam no meu check list, mas desesperada por perceber que a maioria ainda está com status "a definir". A minha listinha está a seguinte: 1) Definição da igreja e do padre 2) Definição do Buffet 3) Resolver se será coquetel, coquetel com jantar ou coquetel com prato quente 4) Escolher os pratos 5) Provar os pratos 6) Escolher doces, bolos e bem casados 7) Provar doces e bolos 8) Escolher bonequinhos dos noivos 9) Definir o que será servido na mesa de saída (café, licores, cholatinhos, etc.) 10) Decidir se será DJ e/ou Banda e escolher a banda e DJ 11) Quais bebidas servir (tipo, marca, etc.) 12) Escolher decoração da festa 13) Escolher decoração da igreja (junto com outras 3 noivas que se casarão no mesmo dia)14) Escolher música da igreja 15) Arrumar um salão para pentear e maquiar (noiva e parentes de fora) 16) Escolher o vestido de noiva 17) Escolher o vestido das damas 18) Escolher o buquê 19) Definir cerimonialista 20) Providenciar Documentação para casamento civil (se for separação total de bens ainda tem outros documentos) 21) Providenciar Batistério e toda a documentação necessária para dar entrada no processo de transferência de paróquia 22) Escolher testemunhas do casamento civil 23) Definir modelo de convites 24) Conseguir entrar num acordo sobre a lista de convidados 25) Lista das músicas que tocarão em cada lugar (com a tradução, se for em outro língua, para aprovação do padre) 26) Fotógrafo para casamento civil, para igreja e para festa 27) Carro para levar os noivos 28) Hotel para noite de núpcias 29) Viagem de lua de mel 30) Exames pré-nupciais 31) Terno do noivo, passagens para a família de fora, hotel, etc. 32) Resolver se vou casar com ou sem véu (como tenho apenas 1,57m de altura, com o véu longo eu me sinto uma criança se escondendo dos pais, debaixo de um lençol branco. Véu curto não está mais usando. Gente, como alguém pode gostar de véu?) 33) Ficar calma com isso tudo. Daí que cada item desses é motivo de um grande embate. Sua mãe, aquele ser doce que te embalou nos primeiros anos de vida, é abduzida no momento que você define a data do casamento. No lugar dela surge uma pessoa que você não conhece e que vai te fazer passar por momentos de muita provação. Ok, sabemos que o casamento não é só dos noivos, é também dos pais. Ainda mais quando sua mãe se casou em apenas 5 meses de namoro, na capela de um colégio de padres, com direito a um bolinho e champagne (que, sinceramente, acho que foi um espumante qualquer, considerando que o casamento foi em Cachoeiro, na década de 70 e seria impossível conseguir champagne naquele fim de mundo, naquela época) e passou a lua de mel em Jacaraípe. Então, eu sei que tenho que entender a vontade e desejos dos meus pais. Afinal de contas, eu sou a única filha, no meio de dois irmãos e tenho um pai ex seminarista! E os embates so começaram. Sua mãe querendo música sacra com teclado na igreja e eu (bem no fundinho) preferia uma bossa nova. Sua mãe querendo trazer um tecladista " maravilhoso" de Cachoeiro, que anima todos as "grandes" festas na capital secreta do mundo. Os noivos querendo uma banda de rock'n roll. Sua mãe colocando na lista de convidados os amigos da época que ela era professora (nota: ela já se aposentou há 16 anos) na escola em Cachoeiro. Os noivos querendo colocar os amigos mais queridos, pessoas que estão presentes na nossa vida, atualmente. Todos estão certos nos seus sonhos e desejos, que são individuais e intransferíveis. Acho que alguns itens deverão ser decididos em sorteio na Loteria Federal para o bem e saúde mental dos participantes. E, no meio disso tudo: tenho que me manter calma (impossível), sem stress, sorridente, tratando todos super bem, sendo política nos embates, sem melindrar um ou outro, continuar caminhando na praia, fazendo drenagem, continuar saindo com amigas que acham que ando muito ausente, continuar viajando para o Rio a cada 15 dias (porque no final das contas, manter um relacionamento amoroso saudável e prazeroso é o mais importante no meio dessa parafernália toda de preparativos, que só existem pra oficializar a parte boa, que é o estar junto com quem se ama) e o mais grave: não poder beber pra esquecer, nem comer um brigadeiro para relaxar, porque daqui a 5 meses eu terei que entrar num vestido justo branco! Valha-me Deus. Obs. 1.: se conselho fosse bom eu daria: case no civil e faça um churrascão. Quer benção religiosa? Leve o padre para o cartório. Obs. 2: meu irmão acabou de me ligar avisando que se casará dia 9 de janeiro em Cachoeiro. Ok, isso não entra na minha lista de pendências e eu não tenho nenhuma ação para mudar a situação, no máximo comprar um biquini de gala pra enfrentar aquele calor infernal. Dá pra ser feliz assim? Beijos da noiva a beira de um ataque de nervos.

14 comentários:

Anônimo disse...

hahahahaah muito bom o post MR. Mas é "desse modelo" o tal do casório. Saiba q vc não é a única nem a última a passar por isto. Confesso q quero muito passar por isto hehe mas tudo tem sua hora. Novamente, boa sorte no projeto e muitas, muitas felicidades aos noivos queridos do meu coração!

"MR e Cunha"

Beijão no core!!!

Tia Bibi

P.s qual ao biquini de gala, não seria nada mal. Imagina??? seria excomungada hehe

Na Estrada... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Na Estrada... disse...

obs: separa a lista de coisas dando "enter" em cada linha para vê-la melhor! rs rs ass: chato de plantão.

Terapia disse...

Eu tinha separado a lista por linha, mas o post ficou tão imenso, que desisti. E quanto à escolha da música da igreja, isso é mais fácil de entender quando se tem um pai ex seminarista, que entende o casamento religioso como um sacramento, não como um teatro.Whatever ... esse item já virou passível de sorteio na Loteria Federal. Bjks.

Terapia disse...

Tia Bibi, obrigada pela força. E quanto a não ser a única a passar por isto, isso é fato,mas saber disso não diminui em nada o meu estresse. Quero te ver doida passando por isso he he he. Beijos.

Sergião disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

tw,

administra o espaço entre o caos e a ordem, aí do alto dos teus 1,57...não tem a menor dúvida que vai tudo sair perfeito...a organizadora esperneia, chora,, grita, reclama, mas no fim, conhecendo a pessoinha, sei que vai ser a feta do século...

até porque, pra vcs dois nessa paixão bacana que rola, tanto um casamento no vaticano quanto um churrascão no Alvarez vai ser, certamente, a festa do século...

e gente desocupada, como eu e tia Bibi, vamos nos divertir muito às custas do seu trabalho, essa é a melhor parte rsrsrsrs

Finde aí, deus é pai...

bjn

Tw

Joe Bass disse...

Como assim ?????
Eu viro as costas por uns mêses e quando volto aqui você vai casar ???
Que mundo estamos, meu Zeus!

Terapia Coletiva disse...

Bass, por vc andou seu maluco?!!! Não pode fazer isso com seus leitores amigos não!!! Pois é, novidades a caminho. Mas eu juro que não estou grávida rá rá rá. Bjs.

Dona Lele disse...

Duas coisas a dizer: se antes de Brunella eu ja tinha certeza que queria cartorio + churrasco, agora com voce a coisa se sacramentou.Mané igreja e festa nada. Ok, a festa ate pode ser, mas não frequento igreja. É menos um estress.
E outra, sério que voce quer banda de rock, amiga? Voce quer seu casamento vazio em 10 minutos? hahaha

Olha só, quando acaba essa quaresma pra gente tomar um chopp, tenho atualizações a fazer.
Boa sorte ai nas escolhas, no final, acaba tudo dando certo.

Anônimo disse...

cri...cri...cri...

Terapia disse...

O casório nao ficará vazio rápido, pq eu to tomando cuidado de convidar poucos micareteiros. Conheço pouca gente com esse gosto estranho, graças a Deus hahaha. Vida longa ao rock'n roll!

Terapia disse...

Lelê, a quaresma é a mesma todo ano;-) Conta 40 dias após a quarta de cinzas ha ha ha. A primeira sexta feira depois disso é a sexta-feira santa. A partir de sábado, dia 11 de abril, to liberada pro chopp. Beijos.

Dona Lele disse...

É, eu sei, foi uma estupidez momentanea. ja voltamos à programação normal