sexta-feira, 2 de julho de 2010

Agulhadas mágicas
Ontem levei uma agulhada tão dolorida no ponto que equivale ao fígado, que minha acupunturista ficou satisfeitíssima. Ela disse que por conta do excesso de irritabilidade, meu fígado tá trabalhando dobrado, tadinho. Saí de lá e fui tomar um vinho com o marido, que me acompanha sempre nessas minhas terapias alcóolicas. Eu estava tão chatinha ontem que consegui não gostar do Le Vin. Esperei que fosse um Taste Vin , cheio de soufflés deliciosos. Mas a culinária do Le Vin passa por um caminho que não me agrada tanto, com patos, coelhos, mexilhões e ostras frescas. Tudo bem, atravessamos a rua e fomos para o super manjado, mas muito gostoso e aconchegante, Alessandro e Frederico. Dormi maravilhosamente bem.

Um comentário:

Sergião disse...

Viva as agulhadas seguidas de vinho rsrs

bj