sexta-feira, 18 de maio de 2007

É preciso acabar com os babacas no trabalho
Em junho, será lançado no Brasil o livro Chega de Babaquice!, que mostra o que devemos fazer para sobreviver num ambiente de trabalho dirigido por chefes ridículos. Segundo o livro, os chefes-babacas descontrolados dão prejuízo às empresas, diminuem a capacidade das equipes de inovar, não sabem manter os talentos e ainda podem levar as organizações a pagarem indenizações por processos de assédio moral. Seus funcionários ficam doentes, estressados e deprimidos, aumentando a taxa de absenteísmo, distração, dispersão e a rotatividade. Isso se reflete no resultado. Desmotivados, os funcionários também deixam de ter idéias. Para sobreviver a chefes assim, ele recomenda distanciamento emocional e o cultivo da indiferença. O autor de The no Asshole Rule (título original), Robert Sutton, é ph.D. em Psicologia Organizacional pela Universidade de Michigan e professor de Administração de Stanford. A entrevista está na Revista Época deste mês.

8 comentários:

Playmobil Falante disse...

Ja lançaram algum livro em que os chefes ficam estressados pela babaquice de seus funcionários? E não me venha com: "Como fazer amigos e influenciar pessoas".

Terapia Coletiva disse...

Ninguém ia perder tempo escrevendo sobre isso. Chefes demitem funcionários incompetentes. Problema resolvido. Não dá pra fazer isso com o chefe-babaca ;-)

saco preto disse...

1 x 0 pra terapiaaaaa....

terapia coletiva disse...

calma gente, isso é só um blog...rs.

Playmobil Falante disse...

Bem se vê que o livro precisa ser escrito...funcionários bons tbm pedem demissão e arranjam outro trabalho

Renata disse...

Ou pedem transferência de área ;-)

Lôca disse...

Por isso eu nao tenho chefe....quer dizer, pretendo nao ter em breve.

COALA disse...

Recomendo o Livro:
" Como trabalhar para um Idiota"